José de Barros Netto

José de Barros Netto nasceu em 1923, na cidade de Corumbá (Mato Grosso do Sul). E viveu os seus primeiros anos no Pantanal da Nhecolândia. Quando menino foi conduzido ao Rio de Janeiro, então capital da República, para prosseguir os estudos.

Anos depois, na metrópole, iniciou-se no estudo da medicina; mas foi obrigado a interrompê-lo devido à morte de seu pai. Era preci­so voltar à Nhecolândia e cuidar da fazenda da família.

Com afinco, durante os 27 anos de sua administração, ele triplicou a área da fazenda e mais que quintuplicou o número de reses. Ao final, constituiu uma das maiores propriedades daquela região.

Hoje, José de Barros Netto vive em Campo Grande (Mato Grosso do Sul). Efoi há alguma tempo que deixou a fazenda sob a administração de outros mais jovens, para proporcionar-lhes a oportunidade — tal como ele teve em sua mocidade — de praticar o exercício do aprimoramento.

Agora, podemos vê-lo na capital do seu estado. Ali está o José de Barros Netto a reunir todo o seu conhecimento pantaneiro e as suas memórias todas. Entre estas, se destacam as ligadas à sua existência nhecolandense — por serem feitas dos fortes elos com parentes e amigos.

Em 1979, teve editado o seu livro A criação empírica de bovinos no pantanal da Nhecolândia. Na entrada do Terceiro Milênio, com esta obra, editada pela Alfa Omega: A vontade natural e o pantanal da Nhecolândia, o autor se afirma como homem de letras que é. E, realmente, desde 1983, ocupa a cadeira número dois, cujo patrono éo professor Alexandre Aurélio de Castro, da Academia Corumbaense de Letras.

Grande pecuarista. Escritor Filósofo da prática (se pudermos dizer assim, com a licença do leitor). Eis o José de Barros Netto: o homem que, através desta obra, se apresenta ao público que, certa­mente, dele espera o que ele oferece. 

Livros de José de Barros Netto

R$21,60 
José de Barros Netto
-+